Nesta quarta-feira (08/06), as Secretarias Municipais de Saúde (Sesau) e Educação (Seduc)se reuniram num encontro entre setores com o objetivo de articular o grupo para a execução do ciclo 2021/2022 do ‘Programa Saúde na Escola’, que será apresentado na próxima terça-feira, 14 de junho, em Brasília (DF).

A reunião tratou sobre as ações a serem executadas entra ambas as secretarias e alinhados alguns apontamentos para a apresentação no Distrito Federal. Participaram do encontro a supervisora das Estratégias de Saúde da Família, Vanessa Gomes, a apoiadora das ESFs, Fernanda Trevisan, e três representantes da educação que respondem pelo setor técnico, a educadora de saúde, Selma Martin, a coordenadora pedagógica, Cíntia Cristina Mendes, e assessora de secretaria, Francisca Chagas.

Em Brasília, a equipe da administração municipal se reunirá com o Grupo de Trabalho Intersetorial Federal, com o objetivo de, posterirormente, desenvolver e qualificar o programa.

De acordo com Vanessa Gomes, supervisora das ESFs, em Brasília, serão discutidas estratégias para execução das ações do PSE no município, que possibilitarãoo recebimento de recursos para investimento no projeto.

A supervisora explica que o‘Programa Saúde na Escola (PSE)’ depende de uma adesão entre as Secretarias da Saúde e Educação, para que as ações sejam desempenhadas em conjunto nas escolas da rede municipal. “Com base nos estudos das duas secretarias serão definias as ações prioritárias, conforme as necessidades dos educandos e de acordo com a realidade do município. A partir daí, poderemos definir o planejamento para o ano”.

O PSE já é desenvolvido em áreas cobertas por equipes das Estratégias de Saúde da Família, com atuação ativa do NASF. “Este ano, em específico, foi pactuado atendimento também com duas UBS’s, que farão cobertura das escolas pertencentes ao seu território. Nosso objetivo é estender o programa a todo território do município”, concluiu Vanessa.

Fonte: Secretaria de Comunicação